terça-feira

ADS Capítulo 29 - Manhã de Dia de Evento

MARATONA (3/3)
Acordei às 5:00 da manhã, de repente com a Demi dormindo do meu lado. Ela estava tão fofa que eu tive que dar um selinho nela, mas ela estava tão cansada que nem acordou, só deu uma leve resmungada. Levantei, porque eu já não estava mais com sono. Fui até o banheiro, me olhei no espelho e fiz cara de nojo pra mim mesma. Joguei uma água no corpo na ducha que tinha no banheiro e coloquei uma roupa de ficar em casa. Saí do banheiro, cobri a Demi com a coberta e dei um beijo na bochecha dela e ela se encolheu nas cobertas. Eu dei uma risadinha e dei um tapa na bunda dela, devagar. Desci as escadas e fui até a cozinha e peguei uma rosquinha que tinha na geladeira, junto com várias outras em um pacote. Me sentei na sala e liguei a TV. Estava em um canal de notícias e uma mulher falando sobre o evento em que estariam Demi, Justin, One Direction, Selena, Miley e outros artistas super conhecidos. Fiquei admirada com a quantidade de artistas, que eu só conhecia por fotos, que estariam lá. Adorei aquela notícia, porque eu ia conhecer todos eles, e eu adorava todos eles... Só sentia que a Demi não gostava muito do Justin... Fui dar uma checada no celular enquanto a mulher da TV ainda falava sobre a volta da Selena com o Justin. Percebi uma mensagem da Marissa... Sério? Nós somos meio que "conhecidas" uma da outra... Ela já está me mandando mensagens?
Mensagens: "Marissa: Oi (S/N) Blz? Então.. acho que nós podemos se conhecer melhor, afinal vc é a namorada da minha melhor amiga! Então.. tudo bem?
(S/N): Oi Marissa! Claro que podemos... Ta tudo sim, e vc gatinha?"
Mandei a mensagem pra ela e sabia que ela ia demorar a responder, então assim que eu acabei a rosquinha eu desliguei a TV e me levantei. Fui até o amor da minha vida, subi as escadas, andei até a porta, abri e ela estava se espreguiçando e me disse:
-Bom dia, bebê.
Não resisti, pulei em cima dela. E como ela estava de camisola eu conseguia ver o formato de suas curvas perfeitamente. Dei um selinho nela e disse:
-Bom dia amor da minha vida... -e dei uma mordida leve no seu pescoço, ouvindo-a arfar.
Minha mão estava no rosto dela e enquanto eu beijava a boca dela, as minhas mãos foram descendo, passando por seus seios, descendo pela sua cintura e quando cheguei na barriga dela fui descendo minha mão naquela reta até a parte de cima do pano da sua calcinha. Minha mão ficou por completo em cima de sua intimidade, enquanto sentia a mesma pulsar dava leves apertões ali. Tirei minha mão dali e coloquei em cima de sua coxa, tudo aquilo sem tirar os lábios dela dos meus. Só exceto as vezes quando eu apertava uma parte sensível, ai ela separava nossos lábios para dar leves arfadas, quase como gemidos. Eu apertei a coxa dela, e eu acho que por ali é seu ponto fraco, pois ela separou rapidamente nossos lábios e deu um breve gemido no meu ouvido. Separei nossos lábios, tirei minhas mãos das coxas dela e me deitei do seu lado, enquanto acariciava suas bochechas, que por sinal rosadas naturalmente, mas que com a situação atual se agitavam e deixavam aparecer um tom mais avermelhado. Ela sorriu e disse:
-Você não perde a pegada nem de manhã!
-Olha que eu sou de me gabar... -eu disse e fiz uma cara de convencida.
Ela deu aquela gargalhada que eu acho a coisa mais linda do mundo, depois dela. Ela parou de rir e me peguntou:
-E ai? Está pronta para o evento hoje?
-Mais do que pronta.
-Não vai mesmo me deixar ver sua roupa antes do horário de se vestir?
-Hmm... Não. -eu disse com certeza e firmeza.
Ela fez biquinho e eu fiz cara de nervoso e mordi o biquinho dela. A gente começou a rir e ela me abraçou.
-Quer relaxar um pouco lá fora? Ainda falta muito pra oito horas.
-Quero... -ela disse se levantando
Nós fomos até a varanda, que ninguém podia nos ver dali. Ela andava tão sexymente que se eu fosse um menino tinha tido uma ereção... Desculpe a sinceridade, mas que bunda é essa senhor? Corri até ela, "encochei" ela e joguei seus cabelos rosas pro lado, fazendo quem esta atrás dela ter extrema vista de seu pescoço. Não sei porque... Mas eu amo o pescoço dela... Dei um beijo ali e nós paramos de andar, ficamos paradas. Comecei a dar leves mordidas e chupões ali, ouvindo ela arfar e dar leves gemidos. Ela levantou o braço e colocou na minha cabeça, ajudando a beijar o pescoço dela. Ela também arrebitou o bumbum, como se eu tivesse algo por baixo das calças e ela quisesse e provocar. Mas entrei na dela, desencostei minha intimidade da bunda dela e apertei ali, fazendo ela dar um gemido abafado, rapidamente. Ela não aguentou, se virou pra mim e pulou com tudo em meus braços. Apertei sua bunda com força, provavelmente machucou, mas nós estávamos meio brutais, então ela só gemeu, não reclamou. Ela colocou o lábio inferior dela encachado com o meu lábio superior devagar, mas quando ela encostou no meu eu imediatamente adentrei a boca dela com a minha língua, quase matei ela sufocada, porque o sabor do beijo dela e o cheiro dela era tão viciante... Minhas mãos massageavam seu bumbum, enquanto eu beijava ela brutal e ferozmente. Ela estava adorando, mas queria mais, porque ela queria mais alguma coisa... Colocou as mãos nas minhas costas por baixo da minha blusa comprida e deu leves arranhadinhas. Ela começou a rir, bagunçou o cabelo e aquilo me deixava tão louca, ela estava tão sexy com aquela boquinha rosada e os olhos cansados...
-Tá rindo do que, bebê?
-Não me chama de bebê, me chama de... Sei lá esse é um momento brutal... Vamos tentar algo bem selvagem? -ela disse rindo maliciosa, boba e sexy pra mim.
-Você me pedindo assim não tem como negar, gostosa... -eu disse engrossando a voz, e arrancando a camisola dela.
Ela riu, eu peguei ela no colo e coloquei na Jacuzzi (que é uma banheira gigante). Tirei meu pijama, pulei na Jacuzzi e fiquei em cima dela, fazendo as pernas dela dobrarem e ela encaixar elas na minha cintura. Ela cravou as unhas nas minhas costas, porque eu estava chupando o peito dela, e ela ficava desesperada, mas ela queria mais selvagem que aquilo.. Oh mulher fogosa... Penetrei dois dedos nela de uma vez, e ela gostou, mas queria algo bem mais selvagem. Fui até a barriga dela, enquanto não parava com os movimentos vai e vem dentro dela, e dei uma mordida, bem forte. Ela arranhou minhas costas, desde o começo dos meus ombros até o final da minha espinha. Ainda estava fazendo movimentos bem fundos, eu queria dar MAIS que prazer pra ela. Pareciam estar machucando, mas eu só continuava mais forte, ela aranhava minhas costas em outro canto enquanto eu dava leves tapas na coxa dela. Ela gemia e gritava:
-Vai, mais forte! Vai... (Seu Nome)...
Eu queria começar a xingar ela, pra ficar mais brutal, mas achei melhor não. Ela gemeu muito alto no meu ouvido e disse:
-Me xinga, -gemido- Vai!
-Tem certeza? -eu disse fazendo movimentos mais brutais com os dedos.
-Si.. Sim! -ela disse antes de começar a gemer feito louca enquanto eu apertava sua coxa e colocava mais um dedo e fazia movimentos brutais com os mesmos.
-Va... Vadia! -eu disse com receio. -Não Demi... Eu não consigo, melhor ficar só na transa mesmo..
-Não! Anda... Me xin.. Xinga...
-Gostosa! Vai... Rebola nos meus dedos vai...
Ela fez cara de prazer com os olhos fechados e começou a rebolar nos meus dedos, enquanto eu estimulava seu clitóris com a outra mão e ela ficava desesperada. Olhei um pouco pra trás e vi... Marissa? Na porta do quarto? Fui parando os movimentos e a Demi olhou pra ela com cara de assustada. Tirei completamente os dedos dela e a Demi ainda estava olhando pra ela, congelada.
-Anh... O-oi gente.. Ér.. Eu... Me desculpem, eu to saindo... -ela disse com as bochechas extremamente vermelhas.
Me escondi debaixo d'água e vi ela saindo do quarto. Em questão de segundos voltei pra cima e a Demi olhou pra mim com cara de arrependida. Engoli seco e me levantei correndo da banheira, peguei uma toalha, me sequei rapidamente vesti minha calça de moletom e o moletom e sai correndo atrás dela.
-Marissa! Marissa espera!
Desci as escadas e corri até ela, que estava saindo. Peguei o braço dela e puxei ela pra bem perto de mim. Nossas respirações cruzaram-se e seus olhos estavam em meus lábios, olhei para os dela também, mas logo desviei para meus pés. Me afastei um pouco e disse:
-Escuta, me desculpa pela cena...
-O que? Me desculpa eu, por ter entrado no seu quarto de repente às nove da manhã...
-Esquece o que viu, tá?
-Não, tudo bem.. Já vi coisa pior.
-Você... Vai embora agora?
-Vou sim... Só vim falar com a Demi, porque estava passando aqui na frente, mas depois eu mando mensagem de texto pra ela.
-Ta bom... Nos falamos mais tarde.
-Sim... -ela disse e me abraçou.
Retribui o abraço e dei um beijo na bochecha dela, ela ficou vermelha, deu tchau e saiu. Me virei e a Demi estava assistindo tudo de lá de cima das escadas, de braços cruzados.
-Ciúme de novo nããããão... -eu disse enquanto subia as escadas.- Eu não vou pegar sua amiga, amor... Eu só quero você, pela milésima vez, você é minha gostosa, minha princesa, meu amor. Não precisa ter ciúme, vai... -eu disse enquanto andava até ela.
-Ta bom, mas não quero que você fique agarrando ela.
-Foi só um abraço, bebê... -eu disse abraçando ela, que ainda estava de braços cruzados.
-Vem, temos que organizar as coisas pra mais tarde... -ela disse depois de me dar um selinho.
Fomos até o quarto e começamos a organizar as roupas e coisas... 

(...)

Escuta pessoal... eu sei que demorei muito e esse cap não ta grande, mas eu to super sem tempo ent vou fazer assim: Posto segunda e sexta das 3:00 às 17:00... não fiquem bravos... os estudos estão muito puxados! ♥



4 comentários:

  1. Não tem problema linda,eu entendo.E realmente os estudos estão puxados.4 bimestre é foda rs
    O cap ta magnifico e esse sexo selvagem? Nossa sem palavras O.o
    Demi uma verdadeira gata felina. ''ME XINGA'',nossa isso foi excitante.Pode fazer mais cap desses rsrsrs
    Continua assim que puder,linda....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ss, que bom que entende ♥ vou continuar sim ♥

      Excluir
  2. Amei seu imagine,de vdd amor.
    Divulga ? http://imagine-lovatic-hot.blogspot.com.br/?m=1
    http://imaginelovatic-ddlhot.blogspot.com
    Please Lovatic às 13:26

    ResponderExcluir