segunda-feira

ADS Capítulo 12 - Ciúmes em excesso

Depois disso nós dormimos por algumas horas, até podermos descansar e escutar mais uma batida na porta.
-Amhn...
-Eu... Cof, cof! Vejo quem é... -eu disse e em seguida perguntando para a porta - Quem.. É?
-Oi... (seu nome) é a Dianna... Eu só queria perguntar se dormiram bem... Mas parece que nem acordaram ainda...
-Nós.. Acordamos sim..-eu disse levantando com cuidado para não acordar a Demi.
-Então.. Eu espero vocês duas no café.
-Ok, Dianna.
 Eu posicionei a cabeça da Demi no travesseiro confortavelmente e vi ela resmungar. Peguei uma roupa, fui até o banheiro tomei um banho, vesti a roupa e escovei os dentes. Voltei até a Demi e ela ainda estava dormindo como um anjo. Sentei do seu lado na cama e vi ela abraçar minha cintura, ainda dormindo. Eu tirei ela bem devagar e chamei ela.
-Meu amor... Acorda, vamos descer e comer alguma coisa... -eu disse começando a escutar gritos de fãs.
-Me deixa dormir mais um pouco... -ela disse com uma voz rouca.
-Ah é?
Levantei e peguei ela no colo, ela parecia não ligar, então continuei levei ela até o banheiro e sentei ela na banheira vazia. Liguei a água quente e esperei ela abrir os olhos.
-(seu nome) ! Ta gelada... -ela disse acordando com os olhos arregalados.
Eu ri e fui ajuda-la a tomar banho.
-Vamos Demi, toma logo esse banho e levanta pra gente descer.
Ouvi ela sair da banheira, e molhar o banheiro procurando por uma toalha. Ela ainda não tinha percebido que a toalha não estava lá. Então eu levantei e levei a tolha até ela, secando-a de cima a baixo. Embrulhei ela na toalha e disse:
-Vamos, vem se vestir gatinha.
Nós fomos até sua mala e pegamos algumas roupas. Ela pegou uma roupa e se vestiu com esforço o mais rápido possível.
-Até que enfim né? -eu disse olhando para suas pernas.
Ela riu sem graça e disse:
-Podemos ir?
-Claro, senhora.
Descemos de mãos entrelaçadas sem nem nos preocupar enquanto escutávamos gritos cada vez mais fortes de seus fãs, e eu fiquei pensando em onde eu estava e tudo que aconteceu. Será que era um sonho? Mal podia acreditar onde eu estava. Fiquei pensando e fazendo caras e bocas no elevador de mãos entrelaçadas com Demi Lovato escutando gritos de fãs como eu cada vez mais perto. Que loucura. Só fui acordada desse transe alguns segundos depois quando ela me perguntou:
-Podemos ir até a sorveteria?
-Hã? É.. Quer dizer.. Sim, desculpa tava pensando.
-No que?
-No como você é gata.
Ela deu um sorrisinho tímido e me abraçou. Abracei ela de volta e dei um selinho demorado nela dizendo:
-Eu te amo, sabia?
Ela sorriu, e me abraçou mais forte ainda. Íamos chegando até a recepção e os gritos estavam quase ensurdecedores. Foi ai que vi a Demi rir.
-Que foi?
-Meus fãs brasileiros.-ela disse ainda rindo- Eles são exagerados demais!
-Sabe de nada inocente.-eu disse em português.
-Hã?
-Nada... -e comecei a rir.
Ela riu também e o elevador chegou. Continuamos andando e escutando aqueles gritos. Procuramos pela mãe dela e olhamos para o restaurante do hotel e vimos ela conversando com a Maddie.
-(seu nome) eu quero ir tomar sorvete, não comer!
-Demi, estou com fome! Você ta parecendo uma criança fazendo birra.
-Por favoooor! -ela disse fazendo biquinho
-Para com isso, você sabe que eu não resisto a esse biquinho. -eu disse tentando não olhar pra ela.
-Vamos amor, por favor! Depois nós voltamos e comemos...
-Mas Demi e seus fãs? Vão ver a gente. E vão nos seguir, e não vão deixar a gente tomar.
-Vamos tomar sorvete aqui dentro então.
-Tudo bem.
Fomos até o restaurante e perguntamos se tinha sorvete. O garçom serviu um cardápio onde se via vaários tipos de "brownies" e "petit gateus", ela olhou para mim e disse:
-Não tem um sorvete normal não?
Dei de ombros e voltei a procurar. O celular dela começou a tocar e eu vi ela atendendo.

Demi On:

Vi que era a Marissa, atendi e ouvi um:
-Demiiiiiiiiiii, até que emfim né querida? Faz um tempo que eu não te ligo, e agora que eu te ligo você não me atende! Te liguei hoje a tarde toda... Tava fazendo o que? E ai, soube que o Wilmer te pediu em casamento...
-Gente quanta pergunta.. Eu estava... No banho. E sim.. ele me pediu mas eu não aceitei, nós terminamos.
Assim que eu disse algo sobre Wilmer vi (seu nome) cruzando os braços atenta na minha conversa. Eu olhei para ela e apontei com a cabeça pro calendario. E minha ficou olhando pra minha cara, suspeita. Cara, aquilo estava me matando eu tinha que contar pra ela. Foi aí que escutei Marissa:
-Ah, que pena... Mas vocês sempre voltam.
-Marissa! Dessa vez não.
-Tudo bem. Mas, ta tudo bem aí e tal?
-Aham, e aí?
-Tudo.
-Eu tenho que ir, mas depois eu te ligo ta?
-Ok, né? Gatinha ocupada, você..
-Beijos, Gata.
Escutei (seu nome) me perguntar:
-Quem era?
-Ta com ciume? Era a Marissa, minha ami..
-Eu sei.
Nós nos demos conta que a minha mãe e a Madison estavam nos olhando. Minhas bochechas ficaram descontroladamente rosadas. Eu  perguntei se a (seu nome) tinha achado um sorvete normal, ela apontou para um sem gorduras e com bastante cacau, no cardápio.
-Você acha que eu estou gorda?
-Não, só é o mais normal que eu achei, afinal esse hotel é de luxo.
Eu dei uma risadinha irônica e chamei o garçom. Pedi o sorvete, mas pedi de chocolate. (seu nome) não comeu nada. Só ficou me observando comendo. Assim como quando conheci ela, ela observava cada detalhe do meu rosto. Era meio esquisito, confesso...

(Seu Nome) On:

Eu estava com ciúme, mas eu não podia ficar com raiva daquela coisa linda na minha frente, comendo um sorvete. Que parecia ser ruim.


No dia seguinte...

-Demi... Demi vamos, precisamos viajar pro Rio hoje.
-Me deixa...
-Quer mesmo que eu te jogue na banheira de novo? Dessa vez está com água. E está GELADA.
-Taa... Me ajuda aqui. -ela disse me dando uma mão para levanta-la. Peguei ela no colo e coloquei no banheiro. Ela estava em pé, de olhos fechados, e completamente cansada. Fui ajudar ela, peguei uma roupa pra ela na mala e coloquei rapidamente nela.
-Amor... Estou cansada...
-Eu sei, mas você tem que ir escovar os dentes agora. Para podermos ir. No avião você dorme, gatinha.
-Hmm...
Ela escovou o dente e depois de um tempo já estávamos no carro, vendo fãs se descabelarem. Estava tocando "Heart Attack" na radio, e a Demi começou a dançar e me influenciou a dançar junto. Depois de um tempo já estávamos no avião indo pro Rio. Na hora de decolar não podia nem encostar no celular ,mas depois de decolar podia ligar as "tecnologias". O estranho foi que bem na hora de ligar os celulares a Demi recebeu outra chamada.

Demi On:

Sim, era o Wilmer de novo.
-Oi, Wilme...
-VOCÊ VAI MESMO FALAR COM ESSE CARA? -(seu nome) me interrompeu.
-(seu nome)! Fala Wilmer...
(seu nome) cruzou os braços e ficou olhando pela janela. Eu continuei a escutar o Wilmer e ele disse:
-Eu voltei pros Estados Unidos. Eu sei que você volta amanhã, pode passar aqui? Precisamos conversar.
Eu não sabia o que responder, mas eu também precisava falar com ele. Ao vivo.
-Sim, precisamos falar mesmo. Mas é melhor que você passe na minha casa, tudo bem?
-Ok, nos vemos amanhã..
-Não, depois de amanhã, eu vou estar muito cansada amanhã.
-Tudo bem, tchau.
-Tchau.
(seu nome) estava vermelha de raiva, ainda olhando a paisagem.
-Você vai... Falar o que com ele Demi?
-Eu vou estar junto com você, (seu nome) você vai ver.
-Mas... Eu moro no Brasil, eu não tenho casa nos Estados Unidos e...
-Você acha que eu vou viver separada de você?
-Não mas..
-Vem comigo?
-Eu.. Eu.. Mas.. Minha mãe..
-Por favor, amor..
-Eu preciso ver as coisas com a minha mãe, Demi.
-Você fala com ela hoje, a gente parte amanhã...
-Já?
-É!
Eu sorri pra ela e ela meio pensativa também sorriu. E de repente me beijou, sem nem se preocupar com minha família. Eu só fiz o mesmo.

Comentemmm please ♥ NÃO TA LEGAL EU SEI! Massssssss ♥  @PoxaLovatoo

4 comentários:

  1. Desculpa não comentar nos outros capa *-*To amando cada detalhe desse imagine, é muito perfeito. Eu quero mais please....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain obrigada gatan eu vou continuar sim ♥

      Excluir
  2. Mdss que escritora top , pff contínua pffffffff
    ...

    ResponderExcluir